Rodrigo Paneghine

A nova sede vai permitir melhores condições de trabalho aos PMs

O Governo do Estado investiu R$ 2.976.598 na construção do novo prédio da unidade e compra de equipamentos e mobiliário

O governador Geraldo Alckmin e o secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, inauguraram na manhã desta terça-feira (19) a nova sede do Comandos e Operações Especiais (COE) da Polícia Militar, subordinado ao 4º Batalhão de Policiamento de Choque.

“O prédio era antigo e apresentava riscos. Este é moderno e vai permitir melhor trabalho, treinamento e descanso a estes policiais”, destacou o governador. Durante o evento, Alckmin e Moraes conheceram as novas estruturas e equipamentos da unidade.

Foram investidos R$ 2.579.504 na construção do novo prédio, que funciona na Rua Sargento Advíncola, no Mandaqui, zona norte da Capital. O Governo do Estado investiu, ainda, R$ 397.094 na compra de equipamentos e mobiliário à sede, que possui 1.198,75 m² de área.

As obras de construção do novo prédio do COE terminaram em fevereiro.

COE

O Comandos e Operações Especiais foi criado em março de 1970, com a finalidade de realizar operações em locais de difícil acesso ou alto risco, cuja amplitude e grau de dificuldade exijam a intervenção de um grupo policial-militar com características táticas e treinamentos especiais.

Entre as atribuições do COE estão operações de resgate de pessoas perdidas em matas, operações que envolvam mergulho em rios e mares, ações de combate ao narcotráfico e ao crime organizado, além de apoio a outros batalhões de Choque.

“É preciso destacar a expertise destes policiais, que representam a elite da Polícia Militar”, ressaltou o secretário Alexandre de Moraes. “Além de atuar na segurança pública, são responsáveis por salvar pessoas em locais onde poucas instituições no mundo conseguiriam chegar”.

A unidade é comandada pelo capitão Ronaldo Cezar Possato Venancio. Junto ao Canil e ao Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), o COE faz parte do 4º Batalhão de Choque da PM.

Produtividade

O COE realizou 292 operações que levaram à apreensão de 42,8 quilos de drogas, 12 armas de fogo e de R$ 127.478,00, de janeiro de 2014 até março deste ano. No período, os PMs da unidade também prenderam 47 pessoas em flagrante e abordaram outras 2.897.

“Em conjunto com o Corpo de Bombeiros, o COE é o principal responsável por salvar pessoas perdidas”, afirmou o comandante geral da PM, coronel Ricardo Gambaroni. “Somente neste ano, 39 pessoas em matas foram resgatadas com ajuda da unidade”.

A equipe realizou, ainda, a vistoria de 240 veículos, escolta de 14 aeronaves e valores e 10 operações em conjunto com Polícia Federal, Receita Federal e Anatel.