A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, informa que dará início às obras de implantação da ciclofaixa da Avenida Waldemar Tietz, a partir de sexta-feira (7/8). A nova estrutura cicloviária terá 2,6 km de extensão, até a Rua César Diaz e Rua Doutor Luís Aires (Radial Leste, zona leste da cidade). Haverá conexão com a ciclovia existente na Radial Leste.

A obra da ciclofaixa da Avenida Waldemar Tietz iniciará com fresagem e recapeamento, a partir das 22h. A ciclofaixa terá mão dupla, instalada na pista do sentido bairro, junto à calçada, ou seja, do lado direito da via. Não haverá supressão de faixa de rolamento de veículos. Após serviço de recapeamento, será feita a manutenção das guias e sarjetas. A última etapa é a aplicação da sinalização, que inclui pintura, tachões e placas que garantirão a segurança dos ciclistas. A previsão é de que a obra tenha duração de 36 dias.

A Companhia de Engenharia de Tráfego fará o monitoramento do trânsito, garantido segurança aos pedestres, motociclistas e motoristas. Durante os trabalhos, os trechos serão sinalizados. Haverá faixas comunicando as obras na via.

Plano Cicloviário

A Prefeitura trabalha com prioridade na execução do Plano Cicloviário, que tem foco na ampliação da malha cicloviária e sua integração a outros modais de transporte coletivo como ônibus, trem e metrô, além da melhoria de grande parte da estrutura da rede existente. Até o fim deste ano, São Paulo terá a maior malha dedicada às bicicletas dentre todas as capitais brasileiras, com 676 km. Serão 173,5 km de novas conexões e 310 km de requalificações. Os investimentos são da ordem de R$ 325 milhões nesta etapa de ampliação e recuperação da infraestrutura cicloviária (a reforma inclui asfalto novo, nivelamento da sarjeta, mais tachões de segurança, sinalização horizontal e vertical).

Já foram entregues conexões importantes nas avenidas Ricardo Jafet, Henrique Schaumann, Jacu-Pêssego e Engenheiro Caetano Álvares. Estão em andamento obras de implantação de estruturas cicloviárias na Avenida Rebouças, Jornalista Roberto Marinho, Domingos de Morais e Vila Jaguara.

A execução do Plano Cicloviário deverá avançar nos próximos anos. Isso porque a Prefeitura tem considerado os investimentos necessários para a continuidade da expansão da malha em seu planejamento orçamentário.