25/03/2019 – Estivemos a pouco na Agência 0275 da Caixa Econômica Federal no largo da Vila Prudente, acompanhando um morador que tentava dar entrada no saque do FGTS, o decreto de emergência feito pelo Prefeito Bruno Covas após a tragédia que atingiu boa parte da cidade de São Paulo no dia 10/03/2019 da este direito ao cidadão.

E ficamos indignados com a resposta da atendente do banco, segundo ela, não tem nenhuma ordem ou programação para aqueles que foram atingidos pela enchente possam sacar o FGTS.

Já é uma piada o cidadão ter que pagar os prejuízos causados a sua casa com seu próprio dinheiro, pois o FGTS é um direito do trabalhador, e mesmo depois do decreto do Prefeito, apoiado pelo Governador do Estado, o cidadão se desloca até à agência bancária e não consegue nem dar entrada no pedido?

Vamos aguardar a resposta da Prefeitura da Cidade de São Paulo e do Governo do :esgtado assim como da Caixa Econômica Federal, pois os moradores atingidos precisam muito sacar este recurso para consertar danos aos imóveis e comprar pelo menos parte do que foi destruído.

DESCASO, DESRESPEITO E IRRESPONSABILIDADE estas são as palavras para se definir tamanho absurdo.