27/01/2018 –

Nos últimos 15 anos entre tantos órgãos controladores e reguladores do Verde e Meio Ambiente como, por exemplo, Secretaria do Verde e Meio Ambiente, o que se vê em São Paulo  capital é muita hipocrisia.

Durante estes 15 anos autorizaram o plantio de árvores embaixo de rede de alta tensão conhecidos tecnicamente como CABOS PRIMÁRIOS por onde passam 13.000 volts e o resultado todos conhecem dezenas de  mortes quando estes cabos se rompem.

Autorizaram a concretagem das raízes e troncos, por toda cidade não existe uma obrigatoriedade de que se deixe ao menos 1 metro quadrado ao redor da árvore para que sua raiz e tronco cresçam naturalmente, resultado,  dezenas de árvores que estão caindo pela cidade. E o pior de tudo o cidadão que tem uma árvore dentro do seu terreno ele não pode cortar e nem podar, a Prefeitura não cuida dai fica o problema como sempre para o munícipe.

Temos que cuidar do verde e do meio ambiente que são importantes para nossa qualidade de vida, mas a Prefeitura e Secretaria do Verde estão na contra mão da lógica e da razão, porque não autorizar o morador que quer remover árvores do seu terreno e exigir o plantio de uma nova em um local mais adequado? Porque autorizar o plantio de árvores embaixo de redes de alta tensão? Porque não proibir a concretagem das raízes e estipular uma área mínima ao redor da árvore sem cimento?

Enfim enquanto as autoridades não se acertarem e tomarem uma atitude radical em relação esta bagunça que esta acontecendo os acidentes fatais vão continuar acontecendo infelizmente.

E preservar o Verde e o Meio Ambiente e a saúde dos moradores da capital não é só plantar árvores tem que se proibir URGENTEMENTE o tráfego de veículos com ESCAPAMENTO ADULTERADO E INOPERANTE principalmente caminhões aqui em São Paulo mais de 50 mil caminhões estão trafegando diariamente com ESCAPAMENTO ADULTERADO uma MODA adotada pelos caminhoneiros que esta adoecendo a cidade e matando o Meio Ambiente e ninguém faz nada é uma verdadeira tragédia Ambiental com danos irreversíveis.

Além disso, os comércios próximos as grandes avenidas da cidade estão falindo porque o barulho até 100 metros destas avenidas ultrapassa os 90 decibéis é humanamente impossível ficar 8 horas por dia suportando este barulho. A fumaça é insuportável causa irritação nos olhos na garganta na pele e danos irreversíveis a saúde inclusive câncer.