Alunos de escolas que enviaram mais projetos para o 9º Prêmio CET de Educação no Trânsito vão participar de atividades de conscientização em cidade cenográfica dentro do autódromo no fim de semana

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e o Instituto Renault vão proporcionar a estudantes do Ensino Fundamental I a oportunidade de participar de atividades de educação de trânsito em uma minicidade especialmente montada dentro do Autódromo de Interlagos, na Zona Sul, no fim de semana em que ocorre o 46º Grande Prêmio de Fórmula 1.

A minicidade será similar à que já existe no Centro de Treinamento e Educação de Trânsito (CETET), no bairro da Barra Funda, Zona Oeste. Assim como no CETET, a cidade cenográfica para meninos e meninas simula todas as características de trânsito de uma via normal, com placas de sinalização, faixas de pedestre, semáforos, ciclovias, lombadas, sinalização horizontal, bicicletário e baias de estacionamento.

 

Tanto a pista montada no Autódromo de Interlagos como a que existe no CETET fazem parte do programa “O Trânsito e Eu”, promovido pelo Instituto Renault.

 

As atividades ocorrerão nos dias 10, 11 e 12 de novembro, datas em que ocorrem os treinos livres, a etapa classificatória e a corrida. Os alunos que irão participar são das escolas que receberam Menção Honrosa no 9º Prêmio CET de Educação de Trânsito por terem enviado mais projetos para a premiação – 1.267 no total.

 

Os estudantes realizarão as atividades focadas na conscientização sobre mobilidade segura, compartilhamento da via entre os diferentes modais e ainda vão ser como pedestres, ciclistas e até motoristas com miniveículos elétricos nas vias da minicidade. Além disso, os alunos também vão poder utilizar jogos de realidade virtual que utilizam conteúdo educacional de forma lúdica.

 

Na sexta-feira (10/11), serão 20 alunos do Colégio Mundi Atual, de Guaianases, Zona Leste, que enviaram 389 projetos ao no 9º Prêmio CET de Educação de Trânsito. No sábado serão mais 20 estudantes da Escola Estadual João Amos Comenius, da Vila Santa Catarina, Zona Sul, que mandaram 119 projetos; e no domingo será a vez dos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Marcos Melega, do Lauzane Paulista, na Zona Norte, que concorreram com o envio de 759 projetos.

 

“A montagem da minicidade similar à do CETET no Autódromo de Interlagos durante a realização do Grande Prêmio de Fórmula 1 aumenta o interesse do público infantil sobre a importância do respeito às leis de trânsito e de seguir as orientações dos agentes de trânsito. E as crianças que realizarem as atividades certamente repassarão o conteúdo assimilado para amigos e familiares”, explica o presidente da CET, João Octaviano Machado Neto.

 

Para o superintendente de Educação de Trânsito da CET, Luiz Eduardo Pesce de Arruda, a ação conjunta da CET com o Instituto Renault reforça a política da Companhia de um viário mais seguro na capital. “A educação de trânsito deve começar desde a infância. E trazer ao autódromo estudantes que já têm conhecimento sobre assunto aumentará ainda mais seu interesse.”

 

“A palavra-chave do programa ‘O Trânsito e Eu’ é a convivência harmoniosa entre todos aqueles que fazem parte do trânsito. O Instituto Renault acredita que a educação seja a única ferramenta capaz de reverter os graves índices de acidentes e vítimas no trânsito do Brasil”, afirma Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da fabricante.

 

Sobre o CETET

 

O Centro de Treinamento e Educação de Trânsito da CET recebeu, ao longo de seus 27 anos de existência, mais de 200 mil crianças e adolescentes de todas as regiões da capital. As atividades são gratuitas e podem ser agendadas por escolas e instituições públicas e privadas por meio do envio de oficio ao Departamento de Educação a Distância (DED) do CETET.

 

O espaço tem o objetivo de trazer noções de educação de trânsito a estudantes de seis a 16 anos. O local ainda conta com auditório de 140 lugares e espaço para lanches.

 

As atividades para crianças e jovens abordam vários aspectos da mobilidade urbana, como a importância das normas de segurança, da adoção de comportamentos seguros na circulação e travessia e do uso compartilhado dos espaços públicos.

 

Após mais de duas décadas de utilização, a área apresentou desgaste das calçadas, do asfalto e da sinalização, além da necessidade de modelos visuais e tecnológicos mais modernos.

 

Instituto Renault

 

Criado há sete anos, o Instituto Renault tem como objetivo promover ações voltadas à sustentabilidade socioambiental, atuando em três eixos: Capital Humano, voltado ao Desenvolvimento Social, à Educação e à Diversidade; Meio Ambiente, promovendo a sustentabilidade ambiental; e Educação para Segurança no Trânsito, que tem como destaque o projeto “O Trânsito e Eu”. Cerca de 500 mil pessoas já foram impactadas pelas ações do Instituto Renault. Mais informações em www.institutorenault.com.br.