Dinheiro estava em um caminhão, abordado em Campina Grande do Sul, na BR-116; apreensão é a maior já feita pela PRF no país

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu R$ 12,1 milhões em dinheiro na noite de ontem (2) em Campina Grande do Sul (PR), na região metropolitana de Curitiba.

O dinheiro estava dentro de um caminhão, que transitava pela BR-116, na Rodovia Régis Bittencourt.

Foram apreendidos R$ 8.154.480 em notas de real, além de US$ 1,2 milhão em moeda norte-americana. Convertido na cotação de hoje, o valor apreendido em dólar equivale a R$ 3.968.400.

A apreensão totalizou, em ambas as moedas, R$ 12.122.880,00.

Trata-se da maior apreensão de dinheiro feita pela Polícia Rodoviária Federal em toda a sua história no país.

A abordagem, de rotina, ocorreu por volta de 22 horas, em frente à Unidade Operacional Taquari, no quilômetro 56 da rodovia, durante a Operação Finados da PRF.

Após uma fiscalização minuciosa, os policiais rodoviários federais localizaram o dinheiro, que estava escondido através de caixas de produtos hortifrutigranjeiros, como alface e alho.

O motorista, de 55 anos de idade, foi preso. Aos agentes da PRF, ele alegou desconhecer a existência do dinheiro que transportava.

Ele disse que saiu de São Paulo (SP) e teria Foz do Iguaçu (PR) como destino.

A PRF encaminhou a ocorrência para a Superintendência da Polícia Federal, onde os volumes apreendidos foram lacrados. No final da manhã de hoje (3), equipes da PF e da PRF escoltaram o dinheiro até a sede da Justiça Federal, em Curitiba, onde foi feita a contagem oficial, que durou cerca de seis horas.

 

 

 

 

 

Texto: Fernando Oliveira/PRF